h1

Não precisa da sacola, não, obrigado.

julho 26, 2007

Existe um conceito psicológico chamado Atenção Seletiva. Segundo ele, nosso cérebro está o tempo todo selecionando e filtrando nossos estímulos, separando joio de trigo, barulho de música. É por isso que, quando ouvimos uma gravação, ela tem muito mais som ambiente do que nos lembrávamos quando gravamos. Ou vemos o tempo todo o carro daquela ex-namorada passando na rua. Depois que algo chama nossa atenção, passamos a vê-lo muito mais do que antes.

Pois é, 8 meses atrás, fui morar sozinho num apê, sendo logo acompanhado pela minha companheira de blog e vida, Renata. Uns 3 meses depois, percebi que já tinha sacolas plásticas saindo pelo ladrão. E aí que, pensando em ações para minimizar meu impacto no mundo, decidi que não aceitaria mais nenhuma dessas poluidoras na hora das compras, exceto em situações-limite. Foi quando passei a perceber quantas sacolas e embalagens inúteis nós ganhamos e/ou entregamos diariamente. Elas fazem parte da nossa vida de tal maneira que nossa atenção com elas é zero. Você vai ao shopping e compra uma camisa, depois uma calça, depois uma aspirina e um iogurte. É uma sacola pequena, com uma sacola média, dentro de outra sacola maior ainda. Sem contar o pequeno saquinho da farmácia que, convenhamos, não tem utilidade nenhuma. Primeiro porque uma aspirina você pode pôr no bolso ou na bolsa. Segundo porque ao contrário de outras sacolas, você não poderá usá-la como saco de lixo quando chegar em casa. Aí, belo dia, uma amiga diz que via tanto saco plástico pelo chão que tinha certeza: o mundo acabaria em plástico. Acho que ela está certa. (desçam até a foto das sacolas) Precisamos mesmo desse monte de plástico? Sua bolsa a tiracolo não resolve o problema de levar um objeto de um lugar a outro? Por sinal, na maioria das vezes, não é pra lá que vai a sacolinha mesmo?

Admito, tem também o outro lado. Quando eu adotei essa medida, percebi o quanto as pessoas olham estranho quando não aceitamos, mais ainda, recusamos (o absurdo!) uma embalagem a mais. Na padaria, aos poucos, fui acostumando a menina do caixa a não embalar automaticamente meus pães – eu moro em frente e, oras, o pão já está num saco de papel. Ainda assim, é comum notar as pessoas quase ofendidas, oferecendo um embrulho insistentemente para um chocolate, sabonete ou desodorante. Conversando sobre o assunto com minha mãe, cheguei à conclusão de que os atendentes oferecem por educação. Para elas é ser atencioso embrulhar seus pertences. É uma gentileza guardar suas compras dentro de mais um invólucro que, geralmente, é inútil.

Então, o que fazer? Primeiro, eu continuo recusando. Se encontro resistência digo, polidamente: o planeta não precisa de mais uma sacola plástica. Aí, muitas vezes, a pessoa entende. Quanto ao deslocamento das compras propriamente dito, o ideal é levar de casa uma sacola de pano ou qualquer material reutilizável, ou então utilizar caixas de papelão, no caso de compras grandes. Por isso, faça como eu. E comece a contar, diariamente, quantas sacolas plásticas você está deixando de colocar no mundo.

15 comentários

  1. Meu primeiro post aqui no blog deste meu amigo brilhante que vai ajudar a fazer a diferenca no modo de pensar das pessoas ai do Brasil!!! Eu to aqui na California trabalhando em uma empresa ecologicamente responsavel (www.shaklee.com) e tenho varias ideias e percepcoes que podemos aplicar no nosso lindo pais!
    SACOLAS DE PLASTICO podem ser substituidas por sacolas pessoais de feira, o que as nossas avos faziam no passado e nem sabiam o beneficio. Sim, eh so ir ao supermercado com sua propria sacola. Aqui na California eles fazem bastante isso, e em todo lugar tem a opcao “plastic or paper bag”. Se tiver como optar, pecam sempre sacolas de papel! Ou nenhuma sacola, como o Vi sugeriu! Pequenos atos fazem grande diferenca, tenham sempre isso em mente! THERE’S NO EVOLUTION WITHOUT CHANGE!
    Um beijo
    Vivi


  2. É isso aí!

    É a velha história do “se cada um fizesse a sua parte”…

    Então… façamos!
    Abratz!


  3. Quanto aos sacos plásticos, sou da seguinte opinião:
    -Em viajens, nunca levamos, mas são sempre necessários.
    -Em casa, sempre levamos, e quase nunca são necessários.
    Saquinhos de famárcia servem apenas para agregar valor ao produto, nada mais.
    Agora, sacolas de lojas de roupas representam muito mais do que podemos imaginar…
    As sacolas de roupas servem, além de valorizar o produto, uma questão de status.
    Por mais que compremos diversas roupas e produtos em um shopping, por exemplo, é desnessessário andarmos com as milhares de sacolas. Porém, com elas o consumidor sente-se importante e superior a todos os outros quando andam com diversas sacola por um shopping, principalmente qd são de lojas de marcas. Porque eu nunca vi nenhuma perua andando com uma sacola da C&A ou das Lojas Americanas no shopping Iguatemi? é… talvez ESSE tipo de sacola elas saibam recusar muito bem…


  4. [...] Leal Pinheiro Continuando a idéia de não aceitar materiais nocivos ao meio-ambiente, como neste post sobre sacolas plásticas, resolvi recusar também embalagens de isopor. Perto do isopor, sacolas [...]


  5. [...] no Bamboo, defendemos a utilização de sacolas reutilizáveis e renúncia aos [...]


  6. Muito bom isso!
    Estou muito empolgada com essa coisa toda de Ecobags, tanto que estou a desenvolver um projeto desse na cidade que moro. Ainda faltam ajustes a nossa realidade, mas espero que dê certo…Quero produzir sacolas com convênio a uma cooperativa local de artesanato, o material ainda nao vou divulgar, mas 99% biodegradável.
    Só queria discutir uma coisinha: muita gente fala que o maior problema de recusar os sacos plásticos é não tê-los para lixinhos de casa, ou seja, gastar mais com a compra de outros.
    Eu não consegui achar a diferença entre os sacos pretos (são reciclados já?) e os doados nos supermercados. Uma alternativa viável e sustentável a utilização dos sacos plásticos em casa seria a utilização de sacos de certo material que pudesse ser lavável e reutilizável, podendo ser feito até sob medida.
    O que acham??


  7. [...] Julho 24, 2008 Se você lê esse blog há algum tempo, já sabe que não gostamos nem um pouco de sacolas plásticas ou bandeijinhas de isopor. Na verdade, o problema da embalagem é um que assola nosso [...]


  8. [...] no blog, defendemos a utilização de sacolas reutilizáveis e renúncia aos [...]


  9. [...] ter outra utilidade na sua casa. Ou então comece a levar uma sacola de pano e não aceite mais plástico ou isopor. Outra idéia é dizer não à sua via do cartão de crédito, débito ou [...]


  10. Já tem alguns meses que eu recuso sacolinhas, a não ser quando realmente não dá.

    É engraçado mesmo como as pessoas que oferecem se espantam com a recusa. “Tem certeza?” é uma pergunta comum.

    Tenho vontade de falar “Sacolas plásticas fazem mal para o planeta”, mas tenho medo de parecer uma ecochata…


  11. Na padaria da esquina de casa, colocam o pãozinho num saco de papel e depois numa sacola de plástico. Pra mim não faz o menor sentido. Quando eu digo “não precisa de sacolinha não”, me olham estranho. Se eu tiro a sacolinha plástica e devolvo, sou um ET.


  12. [...] vou me repetir falando sobre o quanto as sacolas plásticas são ruins. Isso você pode ver aqui, aqui e aqui. Eu fiquei sabendo da história por outro caminho, o Portal da Propaganda, via Twitter. E, na [...]


  13. [...] como na questão das sacolinhas plásticas e do isopor, alguns meses atrás eu comecei um experimento: parar de imprimir. Só [...]


  14. [...] de adulto? E, se você já pensou nisso e tentou pedir “sem canudo, por favor” </sem sacola, por favor> </sem isopor, por favor>, também sacou como é praticamente impossível fugir a esse [...]


  15. Outra coisa que gera ‘pavor’ nos atendentes é a recusa do ‘papelzinho do visa’, sabe?

    Eu moro na Alemanha e aqui as sacolas são pagas, escrevi no meu blog sobre isso, http://fantasticomundodenatalia.blogspot.de/2012/06/oi-pessoinhas-beleza-bom-enquanto-me.html
    se quiser, dá uma lida, abraços



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 98 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: