h1

A fome nossa de cada dia

março 1, 2012

Vai uma laranja?

Vai uma laranja? - Foto de Gilvan Barreto/Oxfam

Já faz algum tempo que eu não posto aqui no Quintal, mas é por uma boa causa. Literalmente. É que no fim do ano eu me mudei para Brasília e comecei a trabalhar em uma organização voltada para a redução das desigualdades e erradicação da pobreza. Vim para o Planalto Central andar de camelo e colaborar na mobilização digital de uma campanha de segurança alimentar. 

A Campanha Cresça, em que estou trabalhando, busca melhores formas de crescer, compartilhar esse crescimento e conviver de um jeito mais igual. Para isso, precisamos investir em produtividade, resiliência e sustentabilidade dos pequenos produtores de alimentos, em especial as mulheres. Aí você diz: pequenos produtores nunca darão conta de produzir comida para todo mundo. Bom, essa é a mentira que a Monsanto quer que você acredite. Você sabia que com apenas 24,3% das terras, a agricultura familiar é responsável por 70% da produção do feijão, 87% da mandioca e 58% do leite? Em média, 70% do que comemos vem desses produtores. Ou seja, com menos espaço, produz-se mais e gera-se muito mais emprego do que as grandes propriedades rurais industrializadas. Se você almoça arroz e feijão todo dia, é graças aos pequenos produtores rurais brasileiros, e não aos grandes.

Abra a boca para acabar com a fome

O fato é que, nos últimos anos, a fome vem crescendo no mundo. Hoje são 1 bilhão de famintos – 5 vezes a população do Brasil. Nosso país, ainda que seja um dos mais desiguais do mundo (no G20, só perde para a África do Sul), é um dos poucos que está conseguindo avançar nessa questão. Diminuímos a fome em 1/4 em apenas 5 anos. Não é pouca coisa não: são quase 4 milhões fazendo 3 refeições por dia.

Mas ainda falta muito. O pior de tudo é que não faltam alimentos. Estamos produzindo o suficiente, mas não sabemos distribuir. Muita comida se perde – cerca de 1/3 de tudo que é produzido. Só que, por diversas razões (como você pode ver no vídeo abaixo), a comida não chega a quem precisa.

Feita a introdução, e devo voltar a esse assunto outras vezes, convido você a curtir a página no facebook e compartilhar também. Venha participar desse debate e vamos construir um futuro sem fome. É só clicar na imagem da boca ou entrar Facebook.com/CampanhaCresca.

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 98 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: