h1

Nós somos um nicho de mercado

abril 17, 2008

Alimentos orgânicos, bicicletas, motores elétricos, tecidos inteligentes, carros menos poluentes, publicações especializadas…Dia desses me deparei até com anúncio de lingerie sustentável e uns meses atrás uma famosa grife de luxo lançou um tênis de couro de tilápia. Já repararam que a sustentabilidade é um grande negócio e que os consumidores comuns, do varejo, que se preocupam com a causa ambiental, são um novo e promissor nicho de mercado?

Pois é, meus amigos, fiquei me perguntando o quanto dessas iniciativas mercadológicas são realmente bacanas e confiáveis e quais delas são apenas uma atitudezinha pega trouxa que usa da boa vontade das pessoas para alavancar uma imagem, ou uma atitude que não são reais. E a conclusão a que eu cheguei é que boas ou más, as iniciativas que mais diminuem o nosso impacto nada tem a ver com comprar um produto mais ecologicamente correto, e sim com a diminuição do nosso consumo. Pode parecer polêmico. E é. Mas vou tentar explicar mais demoradamente essa minha conclusão.

A verdade é que não existe um modelo para um consumo mais sustentável. Cada um sabe onde o seu calo aperta, vide os nossos pecados ambientais de cada dia. Aí olhando esse site, percebi que por mais cuidado que eu tome com o meu transporte, minhas viagens regulares para o Rio de Janeiro são um grande peso na hora de diminuir o meu impacto no planeta. E percebi uma coisa muito mais chata ainda: terceirizar a nossa responsabilidade com uma vida mais sustentável não adianta nada. Nenhuma empresa que fabrica tecidos orgânicos vai te dar uma solução mágica do que fazer com as roupas que já estão no seu armário. Não basta ter o cartão de crédito verde do Banco Y, ou comprar a alface orgânica do mercadinho X. Pois a única pessoa que vai lidar com as consequências da sua compr é vc. Até mesmo quando o ta; cartão de crédiro verde expirar, o banco verde não vem até a sua casa e explica se aquele plastiquinho é reciclável, reaproveitável…

Então cheguei a conclusão que não existe um modelo de consumo mais correto. O meu com certeza, vai ser consumir menos, seja produtos tradicionais, ou “verdes”. Esse é meu novo desafio para um planeta mais limpo. Escolha também o seu.

Anúncios

2 comentários

  1. Olá Renata

    Também venho quebrando a cabeça sobre isso e concordo com você quando diz que o consumo sustentável é consumir pouco. O que ainda não resolvi é como conciliar a diminuição do consumo com a diminuição do ritmo de vida e de produtividade. É bom andar menos com o carro, mas e quando precisamos viajar e precisamos de rapidez?
    Cada vez mais percebo que ou a mudança de hábitos é profunda e extensa ou ficamos em cima de um muro com um monte de dúvidas sobre como encaixar nossa vida cheia de regalias num modelo novo que não aceita o consumo inconseqüente.
    Mas para finalizar te deixo uma questão: será que não estamos entrando numas de “sacrifício” ou privação e desistindo, quando deveríamos estar buscando sim um consumo sustentável e dando o exemplo de que é possível viver bem e feliz mesmo sendo mais verde?
    []’s


  2. o mundo era sustentavel ,aNTES DE LEVANTARMOS O PRIMEIRO TIJOLO FAZERMOS APRIMEIRA CASA ESPLORARMOS O PRIMEIRO MINERIO .HOJE BUSCAMSO NADA MAIIS DOQUE TUDO QUE DESTRUIMOS ,SUSTAMTABILIDADE CONFORTO SEGURANÇA CRIAMOS AINSEGUTRANÇA E O DESCONFORTO E E SO PARARMOS DE MEXER NO PLANETA E REAPROVEITA O QUE E NOSSO LIXO E SEREMOS MAIS SUSTENTAVEIS CASO CONTRARIO EU DIGOI HA UMA CONSPIRAÇÃO NÃO PERCEBIA PARA A DESTRUIÇÃO DA NATUREZA QUE VAI GERAR MEMSO PRA QUEM NÃO ACREDITA NA BIBLIA UM APOCALIPSE REAL .E AI QUE ESTAJAMOS COM JESUS CRISTO ,AMEM



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: