h1

Enfim, leite sem pus! (Link)

agosto 8, 2008

Li um post hoje, no Faça sua Parte, e decidi compartilhar com todos. É uma ótima notícia, vinda de uma péssima corporação. Abaixo, um pequeno pedaço da matéria.

Depois de muita pressão dos consumidores, de produtores de leite e de ONGs, a Monsanto entregou os pontos e vai parar de fabricar o Posilac (ou rBGH), um hormônio de crescimento geneticamente modificado para fazer as vacas produzirem mais leite. O produto foi o primeiro transgênico produzido em escala comercial pela empresa e vinha causando inúmeros problemas aos animais – e aos humanos por tabela (…)

Continua aqui.

Anúncios

5 comentários

  1. Cada Coisa…

    Então o leite não faz mal!(?)
    perguntas:

    1- O produtores de leite no Brasil, tb adotaram a mesma medida que os estadunidenses?

    2- aquilo que compramos, nas embalagens de longa vida (sic), é realmente leite?

    Corporações…aqui e acolá, sempre o mesmo “modus operandi”.


  2. Mas e não seria mais fácil (e limpo e barato e eticamente eficaz) pararmos de consumir leite? Ou educarmos as pessoas para o fim do consumo de leite, ao invés de educarmos as corporações sobre o assunto?

    Acho que o planeta (e as vacas e os humanos por tabela, que gastariam dinheiro em coisas mais úteis e nutritivas) só diria “enfim” quando o consumo de leite caísse drasticamente.

    enfim… hehehe
    Até mais!
    FP


  3. deixamos disto gente, não somos bezerros para tomarmos leite de vaca.


  4. E por que precisamos de leite? Não somos filhotes e muito menos bezerros. 🙂


  5. A gente toma e come muitas coisas que nos fazem mal.

    Creio que o leite é a menos pior delas, no momento em que comparamos com refrigerantes, sucos industrializados, enfim…

    A verdade é que não nos alimentamos apenas para nutrir nosso corpo, buscamos prazer nisso.

    Eu amo o gosto do leite, amo a consistência que ele tem logo que sai da vaca.

    Nos beneficiamos desse “produto” a milhares de anos e simplesmente acreditar existe a possibilidade de todos os humanos deixarem de tomar é, no mínimo, uma crença infantil pra mim.

    O importante, é realmente educar a corporação para que o produto se torne menos agressivo para nós. E deixa quem quer tomar se esbaldar…

    Mal por mal, não beberíamos coca cola ou Whisky!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: