Archive for the ‘Pequenas idéias’ Category

h1

Não sei se caso ou se compro uma bicicleta

outubro 23, 2009
Foto de Elizabeth Messina.

Foto de Elizabeth Messina.

Quer dizer, o William Cruz sabe. Ele vai juntar as duas coisas, acabar com o dilema, e casar de bike!

E o legal é que ele convidou todo mundo, todo mundo mesmo, a fazer uma procissão até o cartório. A única regra é ir de bike. Se você não tem uma, pegue emprestado na Garagem São Luis ou no Conjunto Nacional (ou qualquer outro ponto do UseBike).

Eu estarei lá. E, claro, cycle chic. Afinal, casamento vale o esforço extra.

:::

Ponto de encontro

Praça do Ciclista, às 9h, com saída às 9h30. Read the rest of this entry ?

Anúncios
h1

Um ano atrás no Quintal: Massa Crítica

junho 19, 2009
Foto cortesia de Nick Turland via Flickr

Foto cortesia de Nick Turland via Flickr

De um ano para cá, este blog cresceu muito, quase dobrando a média diária de acessos (e em alguns momentos, triplicando). Por outro lado, olhando as estatísticas, percebi que alguns post interessantes acabam passando em branco nessa história. Por isso, resolvi repostar algumas coisas aqui que rolaram 1 ou 2 anos atrás – e que muita gente não viu. Para quem já viu, é a oportunidade de relembrar. Espero que gostem.

Você percebe que as coisas estão mudando quando começa a ver as mesmas atitudes reverberando por todos os lados. Continua>>>

h1

Rua Viva

setembro 19, 2008

Você se lembra da época em que jogávamos “gol caixote”? E volei no meio da rua, com pausas para levantar a rede quando “as vezes um carro passava? E taco? Queimada? Mãe da Rua? Rouba Bandeira? Pois bem, há muitos anos os carros nos expulsaram das ruas e onde havia vida, hoje não passa de um corredor de passagem que liga um estabelecimento privado a outro.

Portanto no dia 20 de setembro, sábado, as pessoas irão retomar as ruas para relembrar os velhos tempos e mostrar a população o quanto de espaço os carros nos tiraram. Read the rest of this entry ?

h1

Notas de um Freecycler

agosto 6, 2008

Há cerca de 6 meses, resolvi conhecer “ao vivo” o que é o Freecycle. Para quem não conhece, Freecycle é uma iniciativa criada em 2003 por um americano do Arizona, Deron Beal. Ajudando uma ONG que reciclava materiais em sua cidade natal, ele percebeu que sempre apareciam objetos perfeitamente úteis, que acabavam indo para a reciclagem, ou mesmo o lixão, sem necessidade. De início, eles começaram a procurar pessoas para doar nas diversas entidades da cidade, mas logo ele teve a idéia de criar uma lista de e-mail em que esse material fosse doado de maneira simples e rápida. Estava criada a primeira lista Freecycle. Read the rest of this entry ?

h1

Dê presente, não lixo

julho 30, 2008
Embrulho feito de catálogos reciclados!

Embrulho feito de catálogos reciclados!

Continuando a idéia do post da semana passada, sobre embalagens, há algum tempo venho procurando alternativas para embrulhar presentes. De início, eu comecei a entregá-los sem qualquer embrulho, o que fazia as pessoas olharem um tanto estranhamente. Isso, em si, não me incomodava. Incomodava era a falta da surpresa, que eu acredito ser a melhor parte de presentear alguém.

Read the rest of this entry ?

h1

Massa crítica

junho 19, 2008

Você percebe que as coisas estão mudando quando começa a ver as mesmas atitudes reverberando por todos os lados. Sejam pessoas se movimentando para demandar seus direitos, seja o número de bicicletas que aumenta. Algumas pessoas chegam a tirar a roupa para provar um ponto. Ou outro. Mas o que mais me impressiona Read the rest of this entry ?

h1

Por uma vida menos impressa

abril 2, 2008

impressaoExistem pessoas que tem quase fetiche por papel. Minha tia, que é artista plástica, diz que sempre gostou de mexer com tintas, papéis e tecidos. No meu caso sempre foram os livros os grandes atrativos. Pegar um livro novo, direto da livraria e ser o primeiro a abri-lo, a lê-lo. É quase mágico: parece que você é a primeira pessoa a descobrir um novo mundo, ainda fresco, úmido. Mesmo que ele tenha algumas dezenas de anos. E aqui já confesso mais um pecado ambiental: não gosto muito de livro de sebo – prefiro os novos e intocados. A Renata pensa diferente: se o livro já tiver pertencido a alguém é como se a história fosse mais rica. Se você for presenteá-la, aproveite e procure um que tenha dedicatória.

Na minha linha de trabalho, Read the rest of this entry ?

%d blogueiros gostam disto: